Carlos Carvalhal está sempre cómodo a explanar ideias e conceitos de jogo e numa entrevista ao ‘The Independent’ garante que está a desafiar-se a testar novos limites, até pelo futuro do jogo, pelo pensamento em redor do mesmo, não se entregando quando muitos pensam que todos os caminhos para o sucesso já foram explorados. 

Aproveitando a boa reputação em Inglaterra, Carlos Carvalhal aflorou a essência do seu trabalho no Rio Ave e SC Braga. «Nos últimos dois anos não seguimos ninguém. Criámos a nossa própria ideia, algo diferente. Penso que estamos um passo à frente e seremos o futuro. Não preparamos a equipa para jogar num determinado sistema, mas sim com vários princípios de jogo. Isso provocou debate em Portugal. É difícil descrever. No futuro, o sistema de jogo não será importante mas sim a dinâmica e os espaços», afirmou o treinador de 55 anos, sentenciando a busca de uma fórmula que esteja mais perto da perfeição.

«A minha proposta é tentar criar uma cultura onde uma equipa seja muito boa em várias coisas», aclarou.

«Eu olho para o adversário em partes, tentando encontrar os espaços que podemos explorar, para onde podemos deslocar jogadores. Se um defesa vai para o ataque rapidamente, haverá espaço. Tudo se resume a espaço, princípios e como movemos a bola para criarmos o que queremos, frisou.

«Acredito que seremos o futuro!»
Source:
Source 1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here