O árbitro inglês Anthony Taylor promoveu esta terça-feira a instalação de cerca de dois mil desfibrilhadores em clubes e equipamentos comunitários e esteve presente na entrega de um ao Altrincham, da Liga Nacional.

A sua presença foi simbólica, uma vez que Taylor era o árbitro no Dinamarca-Finlândia no Euro-2020 e teve de gerir a paragem cardíaca do dinamarquês Christian Eriksen, em quem teve de ser usado um desfibrilhador.

«É importante que as pessoas saiam que estes aparelhos são importantes não só no futebol ou no desporto, mas também nas comunidades locais, ter um desfibrilhador pode salvar vidas», sublinhou, recordando aquela tarde em Copenhaga:

«Os verdadeiros heróis dessa situação foram não apenas o pessoal médico que realização as manobras de reanimação e usou o desfibrilhador disponível, mas também o capitão da Dinamarca, Simon Kjaer – foi na verdade ele a começar as manobras enquanto esperávamos pela chegada das equipas médicas.»

Árbitro recorda tarde do enfarte de Eriksen
Source:
Source 1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here