O treinador do SC Braga fez, este sábado o lançamento do jogo de amanhã, um sempre apetecível dérbi minhoto contra o Vitória de Guimarães. E as primeiras palavras, elogiosas, foram dirigidas a Pepa.

«Pepa é um excelente treinador, isso é indiscutível. Neste momento estamos melhor que no ano passado e o que queremos é que a cada momento que passa a equipa melhor, por isso não vamos olhar para a casa do vizinho.»

Questionado sobre a chegada de Yan Couto, lateral-direito cedido pelo Manchester City, Carvalhal assinalou. 

«No ano passado tínhamos sinalizado o Tiago Esgaio. A realidade do mercado alterou as coisas, perdemos o lateral de projeção ofensiva, o Ricardo Esgaio, e houve necessidade de ir buscar outro jogador com estas características, e esse jogador era o Yan Couto. Ficámos com problema nas mãos, nada contra o Tiago, mas tendo em conta que o Fabiano lhe tomou a dianteira saiu o Tiago. O Yan vai ser convocado para este jogo frente ao Vitória», acrescentou e juntou:

«E um jogo que vale três pontos mas que tem cariz emocional diferente. O peso do resultado num jogo destes não é significativo, estamos no início do campeonato e em crescendo. Fizemos três bons jogos e quero dar sequência às partidas que a equipa está a fazer, com humildade e respeito pelo adversário. Parece-me que o SC Braga deu um passo em frente em termos de histórico entre os dois clubes, mas temos duas equipas que vão querer ganhar», explicou.

Sobre a chamada de Abel Ruiz à seleção de Espanha e a ausência de Ricardo Horta da convocatória para a seleção de Portugal, assinalou:

«Vou puxar a brasa à minha sardinha. O Paulinho foi à Seleção Nacional connosco, com muito trabalho de todos os jogadores. Com a saída do Paulinho abriu-se uma janela para Abel Ruiz e ficámos satisfeitos com a sua chamada a Espanha. Satisfeito também por ter trazido no passado o Taremi, que foi o melhor segundo marcador do campeonato, e Lucas João, que se tornou internacional A quando estava no Sheffield Wednesday. Quanto ao Ricardo Horta tenho o máximo respeito pelas decisões do treinador, cabe-nos trabalhar no máximo das nossas capacidades, o Ricardo tem qualidade e confiança e acreditamos que vai integrar os trabalhos da Seleção. Esse será um dos nossos grandes objetivos.»

Por fim, abordou o grupo da Liga Europa:

«Quando ouvi certas reações ao nosso grupo pensei que nos tinham saído equipas da Distrital. É incrível que se fazem comentários de ânimo leve. Duas destas equipas desceram das pré-eliminatórias da Champions e uma dela eliminou o Olympiakos, uma equipa fraquinha, não é? A outra eliminou o Celtic de Glasgow. Vai ser um grupo muito disputado, em que todos os jogos vão ser importantes e prevejo que tudo se decida na última jornada», finalizou.

Carlos Carvalhal quer dar sequência aos bons jogos frente ao V. Guimarães
Source:
Source 1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here