O presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, falou na noite desta quarta-feira no programa ‘El Larguero’ da rádio espanhola Cadena SER, mantendo a sua convicção sobre o projeto da Superliga Europeia.

«O projeto está em ‘stand by’. Estamos todos juntos, a refletir sobre o futuro. A Juventus não saiu. Primeiro que tudo devemos explicar tudo muito bem. Levámos três anos a trabalhar neste projeto e talvez não o tenhamos conseguido explicar», começou por referir Florentino Pérez, que inicialmente foi nomeado presidente do projeto.

«O formato da Champions está obsoleto, apenas tem interesse a partir dos quartos de final. Na época passada perderam-se 650 milhões de euros. Tentámos criar uma prova onde joguem as equipas mais importantes da Europa, onde podem ganhar mais dinheiro, sem deixarem de ser solidários com os restantes», explicou, salientando:

«Houve uma campanha manipulada para dizer que iriamos acabar com o futebol. Há pessoas com privilégios e que não os querem perder. Mataram-nos com uma agressividade terrível. Não estava à espera. Quando tudo isto passar e voltar a realidade veremos o que vai acontecer. Os clubes vão perder mais de dois mil milhões. Nunca tinha visto tanta agressividade do presidente da UEFA, com ameaças e insultos. Há que salvar o futebol e tenho responsabilidades que o Real Madrid seja sempre pioneiro.»

Florentino Pérez recusa abandonar projeto da Superliga Europeia
Source:
Source 1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here