Gerson, médio brasileiro que trabalhou com Jorge Jesus no Flamengo e que neste defeso se transferiu para o Marselha, deixou elogios ao ex-treinador que reencontrou este domingo no particular com o Benfica, no Estádio da Luz, que terminou com empate a um golo.

«Foi quem me devolveu a felicidade de jogar futebol, deu-me a oportunidade de, uma vez mais, jogar futebol. Foi ele que me resgatou. Só posso agradecer-lhe, a ele e a todo o staff. Fiz grandes amigos ali. Onde ele estiver, torço para que dê tudo certo», referiu em declarações à BTV no final do encontro.

«Já sabíamos (a pressão alta do Benfica). Conhecendo o treinador, sei que gosta de fazer pressão sobre o adversário. Conseguimos sair algumas vezes. Foi um jogo-treino muito importante», analisou.

Também à BTV, questionado sobre as declarações de Gerson, Jorge Jesus respondeu: «O melhor elogio que um treinador pode ter é quando vem dos seus jogadores. Sentimos um orgulho imenso. O brilho dos treinadores é o brilho dos jogadores, não há treinadores que possam brilhar sem que os jogadores brilhem primeiro.»

E devolveu os elogios recordando a aposta que o Flamengo fez quando o contratou à Roma: «Não fazia parte dos planos da Roma e a Direção do Flamengo acreditou nele. Não foi barato. Agora, foi vendido por mais do dobro. É um excelente jogador. Ainda não é o Gerson que eu conheço, é normal, estamos todos no início da época.»

«Jesus devolveu-me a felicidade de jogar»
Source:
Source 1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here