O juiz Carlos Alexandre aceitou, esta quinta-feira, a proposta de Luís Filipe Vieira para o pagamento da caução de três milhões de euros para sair de casa no âmbito da Operação Cartão Vermelho.

A informação avançada pela SIC Notícias refere que, como garantia, Vieira apresentou agora «dinheiro e imóveis avaliados em 2,8 milhões de euros, em nome de sociedades dos dois filhos».

Na semana passada, o juiz considerou que os bens apresentados pelo ex-presidente do Benfica não eram suficientes para garantir a caução exigida e assim abandonar a prisão domiciliária a que está sujeito desde ter sido interrogado.

Luís Filipe Vieira está também proibido de sair do país e de contactar com os outros arguidos do processo: o empresário José António dos Santos e agente Bruno Macedo; o filho, Tiago Veira, detido também na operação, é uma exceção.

Os quatro foram detidos a 7 de julho e ouvidos pelo juíz nos quatro dias seguintes, tendo daí saído as medidas de coação. 

Estão acusados pelo Ministério Público de «negócios e financiamentos em montante total superior a 100 milhões de euros, que poderão ter acarretado elevados prejuízos para o Estado e para algumas das sociedades suscetíveis de configurar crimes de abuso de confiança, burla qualificada, falsificação, fraude fiscal e branqueamento.»

Juiz aceitou proposta de caução de Luís Filipe Vieira
Source:
Source 1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here