A liga espanhola deu por concluída, esta quinta-feira, a investigação em torno do alegado insulto racista de Juan Cala a Moctar Diakhaby durante o Cádiz-Valência, no passado domingo. Em protesto, a equipa de Thierry Correia e Gonçalo Gudes abandonou o terreno de jogo, regressando 25 minutos depois.

De acordo com o AS, a La Liga contratou uma empresa especializada em leitura labial e também investigou a fundo todos os áudios e imagens televisivas disponíveis, não tendo encontrado provas de racismo. Diakhaby, defesa-central francês do Valência, afirmou que Juan Cala lhe chamou «preto de m…» durante o jogo.

La Liga sem provas do insulto racista a Diakhaby
Source:
Source 1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here