Beto, guarda-redes do Farense, comentou o desaire (0-1) com o Sporting, resultado que mantém a formação algarvia na zona de descida.

«É um resultado injusto. Deram o prémio de melhor do jogo a Adán [guarda-redes do Sporting], isso revela um pouco do que foi o jogo. Neste momento, vitórias morais não servem. O Farense tem mostrado bom futebol, sempre à procura da vitória, mas não estamos a conseguir materializar todo o nosso jogo em golos. Nas últimas três jornadas, os guarda-redes foram os melhores em campo contra o Farense e isso revela um pouco do que é o nosso futebol. Não está a chegar, há que procurar mais porque a situação não é confortável, mas não atiramos a toalha ao chão. Mostrámos diante do líder que podemos discutir o jogo contra qualquer equipa», disse à Sport TV no final da partida.

«Temos trabalhado bem e, para bem do futebol português, o Farense tem de ficar na Liga. É difícil, estamos lá em baixo, numa situação muito desconfortável, e temos de sair dela. O Farense tem sido das equipas mais prejudicadas por não ter o apoio dos adeptos. Temos de resolver os problemas e tirar o Farense cá de baixo», rematou.

«Situação não é confortável, mas não atiramos a toalha ao chão»
Source:
Source 1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here