Uma vitória por 2-1 sobre o Athletico Paranaense encerrou uma sequência de quatro jogos sem vitórias para o Palmeiras, situação saudada pelo treinador Abel Ferreira.

«Quero dar os parabéns à equipa, que manteve a calma quando sofreu o golo do empate, muito parecido com o que sofreu contra o Cuiabá nos primeiros minutos. Mantivemos a calma e o foco, também foi muito bom ver o Rony voltar aos golos», disse Abel, sendo que o avançado não marcava há três meses e esteve também lesionado. 

O treinador teve ainda uma imagem curiosa: «Temos tido jogos mais importantes antes dos jogos do brasileirão, o nosso problema contra o Cuiabá foi esse. Estávamos a pensar na Libertadores, mas temos de fazer como a gazela. A gazela tem um recurso natural dentro dela, que se safa quando o leão tenta caçá-la – tem de baixar a adrenalina toda porque sabe que no outro dia vai ter que correr outra vez. Nós temos de fazer exatamente isso. A cada vitória que tivermos, por muito saborosa que seja, temos de esvaziar a adrenalina. Se não corrermos e não estivermos a 100%, perdemos com qualquer um. O futebol brasileiro está mais competitivo do que nunca, mais organizado do que nunca. Cada jogo para nós tem de ser uma final.»

«Temos de ser mais como a gazela»
Source:
Source 1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here