Petit, treinador do Belenenses, assumiu sentimento agridoce com o empate com o Sporting. Se por um lado mostrou-se orgulhoso com a exibição da equipa, por outro considerou frustrante o empate concedido no último lance do jogo, num penálti que, na sua opinião, não existiu.

«Sinto uma grande tristeza e uma grande alegria. Primeiro porque cheguei ao balneário e vi os jogadores todos frustrados, porque estivemos perto de conquistar os três pontos; alegria porque estes jogadores são autênticos campeões, trabalham sempre no limite. São estes momentos que nos dão mais força», referiu na habitual flash interview.

«Há que dar mérito ao Sporting, que teve mais bola, criou-nos muitas dificuldades. Viemos com a nossa estratégia montada dentro do que são as nossas dinâmicas. Há que valorizar o que os jogadores fizeram. Sentimos que o jogo estava controlado, mas sabíamos que o Coates é muito forte no jogo aéreo. Um penálti a 20 segundos do final custa muito. Temos de nos levantar, faz parte do futebol», prosseguiu, antes de deixar a sua opinião sobre o lance que valeu o empate ao Sporting:

«Não me pareceu penálti. O Esgaio roda, vai com as mãos, é natural, não pode andar com braços ao peito. Rodou e a bola bateu. Mas temos de respeitar a decisão do árbitro. Custa muito, porque estivemos perto de conseguir os três pontos, mas estamos de parabéns porque temos um grupo fantástico.»

«Um penálti a 20 segundos do final custa muito»
Source:
Source 1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here